SINTO MUITO, SENHORA! NUNCA MAIS || Porque o atendimento não pode ser tratado de forma isolada

Construtora demite e dá lição de moral em estagiário por machismo

Nunca é demais dizer que as redes sociais funcionam como uma faca com dois gumes. Se por um lado é possível repercutir ideias e ações positivas com uma velocidade antes nunca imaginada, por outro, comentários inapropriados, sobretudo de caráter machista ou racista, podem culminar em uma demissão sumária. Foi exatamente isso que aconteceu com um estagiário da Cantareira Construtora e Imobiliária, em Maringá (PR).                     

O funcionário da empresa começou a postar fotos tiradas durante o seu expediente nas obras, todas elas com alguma brincadeira depreciativa com relação a imagem das mulheres. “Procurando alguma feminista pra ajudar a descarregar. Direitos iguais até chegar a carga de cimento”, diz um dos posts publicados em seu Facebook. Em outro, o estagiário ironiza: “Analisando um projeto hidrossanitário onde vai passar os argumentos das feministas, aborteiras, etc”. 

A tomar conhecimento da repercussão dos posts, a empresa decidiu agir. Além de demitir o estagiário, a construtora ainda publicou um comunicado reforçando desprezar qualquer incitação de ódio e preconceito. 

Na sequência, para reafirmar sua postura, a marca ainda publicou um novo post, desta vez com uma mensagem clara: “lugar de mulher é onde ela quiser”.

Fonte: AdNews

E você, já passou por alguma situação assim?

 

 

 

 

Deixe seu comentário

%d blogueiros gostam disto: